Além disso

O que fazer após o desaparecimento da orquídea, características de cuidado durante o período de dormência

O que fazer após o desaparecimento da orquídea, características de cuidado durante o período de dormência



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Uma orquídea não pode ser chamada de planta despretensiosa. Para que a orquídea regularmente encante os olhos com botões, é importante observar todas as sutilezas do cultivo.

Contente:

  1. Flor de orquídea
  2. Quais os cuidados que garantirão a floração ideal
  3. O que fazer depois que a orquídea sumir
  4. Princípios básicos de cuidados com as plantas na estação de entrecruzamento

Florescer

As orquídeas têm um período médio de floração de 3 meses. Algumas variedades florescem durante todo o ano.

Este período pode ser reduzido pelos seguintes motivos:

  • Ao comprar uma planta com flores, vale a pena considerar a probabilidade de ela já estar florida há muito tempo na loja. Nesse caso, você não poderá apreciar por muito tempo as lindas pétalas.
  • Em temperaturas acima de 30 C, eles perdem flores por vários dias. O ar muito quente provoca o crescimento ativo das folhas em detrimento da floração.
  • Os fertilizantes selecionados incorretamente podem secar as raízes da planta. Nesse caso, as flores caem.
  • A rega abundante provoca o apodrecimento das raízes, o que provoca um encurtamento do período de floração.

É importante lembrar que a floração começa aos 1,5 - 3 anos. Se nenhuma flor aparecer, a planta pode não ter atingido a idade correta. Ao mesmo tempo, quando florescem em tenra idade, as orquídeas se esgotam rapidamente e morrem. Antes de comprar, é preciso esclarecer a idade da planta.

Depois que as flores caem, raramente ocorre o reflorescimento. Ela é bastante caprichosa e precisa de cuidados especiais em cada período de sua vida.

Quais os cuidados que garantirão a floração ideal

Para admirar as flores o mais tempo possível, e mais de uma vez, deve-se seguir todas as regras para cuidar dela durante o período de crescimento, durante o aparecimento das flores e no período de entrecruzamento.

Fatores que afetam a atividade de floração.

Iluminação

As plantas requerem extrema necessidade de luz. Para uma vida normal, eles precisam de boa iluminação por meio dia. Neste caso, é necessário proteger a planta da luz solar direta. É ideal colocar os vasos no lado sudeste ou leste para evitar o excesso de sol no verão e a falta de inverno.

Na estação fria, quando as horas de luz do dia são reduzidas, devem ser usados ​​fitolamps. Eles fornecem iluminação ideal sem secar o ar. As lâmpadas devem ser posicionadas de forma que não queimem os caules ou folhas.

Algumas variedades toleram a falta de luz, mas a maioria das variedades de orquídeas até perde os botões jovens se forem muito escuros.

Temperatura do ar

As flores não toleram tanto o frio quanto o calor mal. A temperatura ideal para eles é 23-28 C. Ao mesmo tempo, é importante garantir quedas de temperatura. Deve ser 4-6 C mais frio à noite do que durante o dia.

Nos meses mais quentes, é recomendável levar flores ao ar livre ou na varanda. Se isso não for possível, você deve pelo menos abrir as janelas da sala. O principal é certificar-se de que está protegido contra correntes de ar.

Não aumente a temperatura do ar no inverno. Pelo contrário, vale a pena proporcionar um pouco de frescura nesta época do ano. É necessário trazer as condições de detenção o mais próximo possível de seu habitat natural.

Umidade

A flor é nativa dos trópicos, onde a umidade do ar é alta. Para que uma beldade se sinta confortável na sala, é importante criar um microclima adequado para ela. Sempre deve haver água na panela.

O principal é que as raízes não entrem em contato com ele, senão apodrecem. É aconselhável colocar um recipiente com água ao lado do vaso e borrifar regularmente a própria planta com um borrifador. A instalação de um umidificador elétrico será útil. A umidade ideal do ar é de 60-80%.

Rega

Regue a orquídea quando o solo secar. A rega é moderada. Isso se aplica a plantas maduras e rebentos jovens. As raízes apodrecem com o excesso de umidade. A maior parte da água é necessária antes de florescer e durante o processo de floração. Mas após a floração na época de entrecruzamento, a rega é reduzida para 1 vez em uma semana e meia.

Algumas variedades requerem rega durante todo o ano. Considere isso ao cuidar de seu animal de estimação.

Top curativo

Fertilizantes contendo fósforo e potássio são úteis para a orquídea. A planta responde bem à alimentação com ácido succínico. Mas os nitrogenados inibem a floração.

Vale a pena dar preferência aos produtos desenvolvidos especificamente para orquídeas e seguir à risca as instruções de uso. Normalmente, é recomendado fertilizar duas vezes por mês, interrompendo a alimentação durante a época de entrecruzamento.

Cuidado de raiz

As raízes das orquídeas precisam de luz solar. Portanto, é melhor plantar a planta em recipientes transparentes com orifícios para a saída do excesso de umidade e entrada de ar. Você deve escolher pratos com paredes lisas e uniformes, já que as raízes crescem até uma superfície áspera e curva.

Em movimento

Orquídeas não gostam de transplantes. Além disso, eles reagirão negativamente ao movimento da panela. O recipiente deve ficar em um local inalterado com o mesmo lado da fonte de luz.

Estresse

Freqüentemente, as orquídeas não têm pressa em agradar com flores porque são muito confortáveis. Eles colocam toda a sua energia no desenvolvimento de brotos e folhas. Para que apareçam os botões, eles deveriam estar "assustados". Para isso, basta criar condições de seca. A rega é reduzida pela metade, a pulverização e a alimentação são interrompidas. Também pode ser útil mover temporariamente a panela ou diminuir a temperatura.

O que fazer depois que a orquídea sumir

Após o período de floração, a orquídea inicia o período de entrecruzamento. Neste momento, a alimentação e a água são limitadas, mas a mesma iluminação permanece. Isso acontece com mais frequência no inverno.

Os cultivadores de flores iniciantes estão se perguntando o que fazer com a flecha quando a orquídea murchar? Eu preciso podar minha orquídea após a floração? Se a orquídea está murcha, como transplantá-la?

O pedúnculo deve ser removido somente após a secagem. Se a flecha estiver completamente seca, ela é cortada a uma distância de 2 a 2,5 cm da base. No caso de secagem parcial, apenas a ponta seca é retirada, deixando a parte verde do pedúnculo. Talvez a orquídea ainda tenha tempo para agradar com flores frescas antes de finalmente hibernar.

Remover a seta é obrigatório. O pedúnculo enegrecido não parece esteticamente agradável, além disso, retira parte dos nutrientes da planta.

A poda é feita com tesoura afiada ou faca. O instrumento é pré-desinfetado com álcool ou calcinado. A área de corte da planta é tratada com pó verde brilhante ou carvão ativado.

A seta verde recortada de algumas variedades é usada para propagação por estacas, desde que pelo menos uma gema seja preservada nela. A chance de sobrevivência é pequena, mas em condições favoráveis ​​é possível.

O caule é plantado em uma estufa com alta umidade e temperatura do ar de 25-28 C. Em vez de solo, usa-se musgo.

Freqüentemente, a floração tira toda a vitalidade da planta. Nem todo mundo sabe o que fazer se a orquídea murchar e secar. Nesse caso, a flecha é cortada quase completamente, não deixando mais do que 1,5 cm. Nenhum rim deve ser deixado sobre ela. Se a orquídea florescer novamente, isso finalmente a enfraquecerá.

Após a poda, a planta é deixada sozinha e as condições necessárias são fornecidas:

  • iluminação adequada;
  • temperatura baixa;
  • redução na irrigação;
  • interrupção da alimentação.

Se sua orquídea está indo bem, você pode querer considerar o replantio. O transplante ajuda a melhorar a saúde da planta, permite que ela se desenvolva ainda mais.

Você pode entender que é hora de mover seu animal de estimação para um novo recipiente pela raiz. Se eles saírem dos orifícios de drenagem, você precisará de um vaso maior. A necessidade de um transplante surge a cada 2-3 anos. Se você perturbar a planta com mais frequência, ela hibernará por um longo tempo ou morrerá.

O transplante deve ser realizado com o máximo de cuidado para não danificar a delicada flor. Para facilitar a retirada do recipiente, o solo é regado em abundância.

Após a extração, você deve examinar cuidadosamente as raízes. As áreas secas e podres são podadas. O resto das raízes não se tocam. Se você tentar desembaraçá-los, poderá danificar o sistema.

O novo pote deve ser ligeiramente maior do que o anterior. Vários orifícios de drenagem são feitos nele. Para que as raízes recebam a quantidade de luz necessária, é melhor levar um recipiente transparente.

Uma camada de drenagem de cascalho fino ou lascas de granito é colocada no fundo do vaso. O solo pode ser adquirido pronto, com uma composição especial para orquídeas. Os cultivadores de flores experientes preparam a mistura eles próprios.

Componentes ótimos do solo.

Carvão

Anti-séptico natural. Quando triturado, fornece equilíbrio hídrico. O solo acabado não deve conter mais de 10% de carvão, caso contrário, o excesso de sais se acumulará nele.

Musgo

Dá ao solo frouxidão e umidade suficiente. É pré-escaldado com água fervente e seco. Após o transplante, cubra a superfície do solo com musgo. A camada deve ser trocada a cada seis meses.

Húmus

A parte principal do solo. Obtido de folhas caídas. Fornece raízes de orquídeas com nutrientes e microflora benéfica.

Casca de pinheiro

Fornece drenagem adicional. Ele é removido de árvores saudáveis. A casca é desinfetada e seca antes de misturar. O uso combinado com pinhas é possível.

A mistura de envasamento é calcinada para se livrar de insetos e larvas. A planta é colocada em um vaso no mesmo nível em que cresceu antes e coberta com solo.
Se transplantada corretamente, a orquídea cria raízes rapidamente. Não requer suporte ou compactação do solo.

Após o transplante, a planta não é regada. É generosamente pulverizado e deixado sozinho. Se feito corretamente, a floração será repetida em 2-3 meses.

Algumas variedades hibernam por um período mais longo. Se não for assim e a planta ainda não florescer, muito provavelmente as condições para a manutenção da orquídea não foram seguidas corretamente.

Princípios básicos de cuidados com as plantas na estação de intercalação

Para que a saída do estado de dormência ocorra em tempo hábil e a floração ocorra rapidamente, é necessário seguir as regras básicas.

Reduzindo a rega

No período de entrecruzamento, a rega é realizada no máximo uma vez a cada 10 dias. Alguns produtores recomendam reduzir a irrigação para uma vez por mês. Se a variedade não hibernar, a rega permanece a mesma durante todo o ano.

Parando de alimentar

Não há processamento de nutrientes durante a época de entressafra. A fecundação neste momento é inútil.

Umidificação do ar

O aquecimento no inverno seca o ar, portanto a umidificação deve ser uma prioridade durante este período. Mas não é recomendado pulverizar as folhas. Em repouso, eles podem apodrecer.

Iluminação adicional

Para manter a duração das horas de luz do dia em 10-12 horas, usam-se fitolamps. Eles estão localizados a uma distância de 20-30 cm da planta.

Diminuição da temperatura

Na época de entrecruzamento, a temperatura deve ser ligeiramente mais baixa do que no resto do tempo - pelo menos 150 ° C à noite e 230 ° C durante o dia. Ao mesmo tempo, como sempre, é necessário evitar correntes de ar e o contato das folhas com uma janela fria.

Uma flor caprichosa requer o cumprimento cuidadoso de todas as regras de cuidado. Se você levar esse problema a sério, ela regularmente encantará outras pessoas com lindas flores.

Informações detalhadas sobre como cuidar das orquídeas durante o período de dormência e floração estão no vídeo que oferecemos para visualização:


Assista o vídeo: Veja como,quando e onde cortar as hastes das orquídeas depois da floração. (Agosto 2022).